Você já notou que a cada ano que passa o preço da energia elétrica no Brasil aumenta? Neste POST explicaremos melhor a respeito da variação no preço da energia em nosso país.

energy-prices-on-the-rise-shutterstock_188429726-768

Repare no gráfico abaixo e veja como o preço da energia tem aumentado nos últimos anos. O gráfico ilustra o histórico de aumentos desde 1995 até 2015. É possível verificar que, em média, o aumento tarifário da energia elétrica costuma ser maior que a inflação do mesmo período:

Aumento no preço da Energia e Inflação2

Diversos fatores podem influenciar a conta de luz e você deve estar atento, principalmente quando as condições estiverem menos favoráveis. Confira alguns dos fatores:

 

#1 – Reajustes Tarifários

Anualmente, ocorrem reajustes tarifários que levam em conta:

  1. Os custos da energia adquirida pelas distribuidoras em leilões;
  2. Custos gerais das agências de Transmissão e Distribuição de Energia;
  3. Inflação no período (IGP-M ou IPCA).

 

#2 – Bandeiras Tarifárias

Além dos reajustes nas tarifas, desde 2015, sua conta de luz sofre o impacto das bandeiras tarifárias, que refletem o custo de geração da energia. Quando chove menos, os reservatórios das hidrelétricas ficam mais vazios e é preciso acionar termelétricas para garantir o suprimento de energia no país. Nesse caso, a bandeira fica amarela ou vermelha, de acordo com o custo de operação das termelétricas acionadas.

 

#3 – Indenizações

Outro fator que deverá aumentar a conta de energia nos próximos anos é o pagamento de indenizações às transmissoras de energia. O total, de R$ 62,2 bilhões, será pago pelos consumidores em oito anos. Em 2017, o impacto será de mais de 7%, segundo a ANEEL. Essa indenização será necessária para remunerar os ativos das transmissoras de energia elétrica. A remuneração é uma gratificação paga pelos investimentos feitos pelas empresas que renovaram suas concessões antecipadamente em 2012, mas só recentemente a Aneel definiu como será feito o ressarcimento. Confira o vídeo abaixo e entenda melhor:

 

Como é possível FUGIR DESTES REAJUSTES?

Uma das melhores maneiras de se proteger da variação do preço das tarifas de energia é implementando seu próprio sistema de geração. Com a Resolução n° 482 da ANEEL ficou muito mais fácil, você pode instalar um sistema de geração solar fotovoltaica e, desta forma, não sofrer mais com os aumentos. Saiba mais clicando aqui.

Imagem2